sábado, 5 de julho de 2008

ASSOCIAÇÃO DAS FESTAS POPULARES DO SAMOUCO ( A.F.P.S.)- EM ENTREVISTA



TEXTO E FOTO: Isabel de Almeida - Directora do Jornal ZONA RURAL


No Passado Domingo, dia 29 de Junho de 2008, a Directora do ZONA RURAL esteve à conversa com a Associação das Festas Populares do Samouco, no magnífico cenário da Praia daquela freguesia do Concelho de Alcochete, a propósito da próxima realização das Festas Populares do Samouco em Honra de N.ª Senhora do Carmo. Aqui fica a entrevista que decorreu em tom bastante descontraído.

ZONA RURAL: Quando assumiram funções?

A.F.P.S.:
Tomámos posse no final de Janeiro de 2008.

Z.R.: Qual é o vosso principal receio, no exercício das vossas funções?

A.F.P.S.:
O nosso receio, é não conseguirmos concretizar o desejado pela População do Samouco, ou seja, que as festas decorram com sucesso.

Z.R.: O que vos motiva a trabalhar neste projecto?

A.F.P.S.:
A nossa motivação é irmos conseguindo ultrapassar os entraves que se nos vão colocando nesta tarefa. Também é motivador existir união entre os membros da Associação, pois só com união se consegue levar o barco a bom porto.

Z.R.: Quais são as maiores dificuldades que encontram?

A.F.P.S.:
As maiores dificuldades que temos de enfrentar nesta missão são, por um lado, as questões burocráticas, e por outro as críticas negativas ao nosso trabalho, que sempre vão sendo feitas. Contudo, também há quem nos ajude, há também um forte incentivo por parte da população. Existem também apoios ao nível autárquico, nomeadamente, da parte da Câmara Municipal de Alcochete e da Junta de Freguesia do Samouco.

Z.R.: Exercendo estas funções, muitas vezes prejudicam as vossas vidas pessoais, acham que a maioria das pessoas tem consciência desse facto?

A.F.P.S.:
É verdade que por vezes se nos exige um enorme sacrifício, às vezes prejudicamos a nossa vida particular em prol das festas, mas acreditamos que a maioria da população do Samouco tem essa noção, apesar de surgirem sempre algumas vozes críticas.

Z.R.: De todas as actividades inseridas na programação das festas , quais delas costumam obter maior adesão por parte do público?

A.F.P.S.:
Pensamos que são os diferentes espectáculos. Temos a preocupação de, durante os cinco dias das festas, proporcionar espectáculos que são dedicados a diversas faixas etárias. Temos conseguido isso, apesar de serem fracos os recursos financeiros ao dispor da nossa Associação.

Z.R.: A crise financeira fez-se sentir na recolha de fundos para a realização das Festas Populares do Samouco?

A.F.P.S.:
Sim, sentiu-se a crise durante a realização do peditório realizado à população, as pessoas dão sempre qualquer coisa, dentro das suas possibilidades. Mas nota-se também que os preços devidos pela contratação de espectáculos subiu, e isto notou-se tanto na parte artística como na vertente tauromáquica (largadas de touros). Por tudo isto, queremos reforçar que isso só foi conseguido com a ajuda de pessoas que colaboraram nas actividades, e gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para deixar o nosso público agradecimento a todos quantos contribuíram, ou de alguma forma, ajudaram nas actividades que realizámos para reunir fundos. Por exemplo, na noite de fados temos a agradecer aos artistas de Alcochete e Montijo que se disponibilizaram para actuar. O nosso agradecimento também a Gisela Duarte, que animou o Baile dos Santos Populares.
O nosso lema é também o seguinte: “ Por trás de uma grande Comissão está sempre uma grande População!”

Z.R.: Quantos elementos compõem actualmente a vossa Associação?

A.F.P.S.:
Neste momento, a Associação conta com 13 elementos fixos, e ainda com os apoios de Pedro Fortes, Daniel Filipe e Germano, e também adoptámos uma Mascote o cão “Branquinho” .

Z.R.: Gostariam de deixar uma mensagem final?

A.F.P.S.:
Numa palavra final, gostaríamos de agradecer o apoio da população do Samouco para, mais uma vez, ter sido possível proporcionar a realização das festas populares do Samouco, que vai continuar, como sempre, a receber os forasteiros de braços abertos, com a habitual hospitalidade. Assim, convidamos todos a aparecer, entre os dias 11 e 15 de Julho de 2008, porque vale a pena! Queremos ainda referir que as festas são da população e não da Associação.

1 comentário:

Anónimo disse...

OLÁ CARA COLEGA CORALISTA
MUITOS PARABENS PELAS FOTOREPORTAGENS DO BLOG
UM GRANDE ABRAÇO DE POSITIVISMO PARA O GRANDE TRABALHO DE BASTIDORES DESENVOLVIDO PELA COMISSÃO DE FESTAS.
ESTOU CERTA DE QUE AS MESMAS,SERAM UMA VEZ MAIS PAUTADAS DE GRANDE ANIMAÇÃO,COROANDO ASSIM TODO O ESFORÇO QUE ESTE GRUPO DE PESSOAS,TEM DESENVOLVIDO,NO SENTIDO DE SERVIREM ESTA NOSSA POPULAÇÃO SAMOUQUEIRA , E NÃO SÓ,COM DIAS DE GRANDE ANIMAÇÃO.PARA ELES UM GRANDE OBRIGADO.PODE UTILIZAR COMO COMENTÁRIO SE ASSIM O ENTENDER.

Judite Caetano